quinta-feira, março 31, 2005

The End

O meu pequeno mundo chegou ao fim.
Depois de muito pensar, e de alguns conselhos ter recebido, resolvi que o melhor era deixar este blog para tras e comecar de novo.
Com uma nova cara, um novo nome, e uma outra forca.
Ao longo destes meses partilhei a minha vida. Expus-me a mim e aos que cmg se envolveram. Nao me preocupei em mudar nomes, em ocultar pormenores ou ser mais contida.
Fiz mal. Estava errada e estou a pagar caro por isso.
Dai o fim deste blog.
Vou continuar a escrever, num outro blog, com um outro nome, e talvez com mais cuidado.
As pessoas que ja me conhecem, se quiserem saber onde vou parar e so perguntar.
Vou continuar a visitar-vos como e obvio.
Fair well good friends.

terça-feira, março 29, 2005

Home at last!!!

De volta!
Ate escrever neste teclado, que outrora me foi tao familiar, agora me esta a custar.
Que saudades vossas!
17 dias de ausencia, nao foi brincadeira.
O balanco do inter-rail foi bastante positivo, embora tenha gostado mais da primeira semana. Estava mais fresca, mais aberta a aventuras, menos irritavel e com o sorriso mais facil. Acho que isso se vai notar nas fotografias. Nos primeiros dias sentia que os meus olhos brilhavam e o meu sorriso resplandecia, mas agora mais para o fim estava com um sorriso amarelo e com umas olheiras de metro e meio!!!
A aventura comecou logo na primeira viagem, do Oriente a Hendaye. Sao cerca de 16h de viagem, so para abrir a pestana... Iamos num vagao com 3 espanhois: um casalinho de lesbicas e um espanhol todo jeitoso que nos pregou algumas partidas. No Porto ficamos mais apertados, entraram mais dois rapazes. Um deles era portugues, e sentou-se do meu lado com um saco no meio, mas depois em Espanha entrou mais gente para o vagao e ele sentou-se ao meu lado. Trocamos algumas frases, poucas, mais alguns sorrisos e quando a Ana Rita e a Magda fecharam os olhos demos a mao. Passado pouco tempo estavamos aos beijos e as maos dele nao paravam quietas! Tentou comer-me na casa de banho do comboio, mas nao deixei. Era aventura a mais!! Trocamos numeros e pediu-me em namoro, mas como era de esperar nunca mais falou cmg... Ainda assim, nao podia ter comecado a viagem de melhor forma.
As cidades que gostei mais foram Brugges e Gent, na Belgica, e Amsterdao, que dispensa apresentacoes. Na Belgica encontrei as pessoas mais simpaticas, em Amsterdao as mais malucas e em Franca as mais glamorosas. Claro que em Amsterdao fui a uma coffee-shop e fumei uma ganza, vi a red light e fiz montes de compras!
Claro que nem tudo foi bom...passados 3 dias tinha os pes todos lixados, as dores nas costas eram uma constante. Com o passar dos dias ficamos todas mais irritantes e irritaveis e tivemos varias discussoes. A pousada em Bruxelas era tao imunda que nem sequer tomamos banho la. As vezes chegavamos tarde as pousadas e sem nada para comer, claro que isso teve algumas vantagens, como ficar com as calcas a cair, mas na altura nao teve muita graca! Partilhamos o quarto com todo o tipo de pessoas. Umas simpaticas, outras rudes, novas, velhas, feias, bonitas, as vezes o cheiro era insuportavel, outras vezes desapareciam coisas misteriosamente.
Enfim, houve de tudo um pouco, e acho que sao essas experiencias que tornam o inter-rail uma vivencia inesquecivel.
Agora sinto-me como se tivesse sido atropelada por varios comboios, mas foram maiores os ganhos que as perdas.
Aconselho toda a gente a fazer um ;)

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com
Sunshine
Sunshine
Free Hit Counters
Ugg Boot
Neurotic
Grilinha